Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

Ainda a inevitável questão da legalização...

Tópico em 'Legislação' iniciado por Élio Ferreira, 1 Ago 2007.

Tópico em 'Legislação' iniciado por Élio Ferreira, 1 Ago 2007.

  1. Boas!

    Estava finalmente, depois de muito tempo de pesquisa e estudo sobre o carro, em vias de importar o meu tão esperado Ford Mustang.

    A melhor opção para mim até agora está na Bélgica e tem matrícula dos EUA.

    Por um adicional eles matriculam o carro na Bélgica para assim a transacção, para todos os efeitos, ser feita dentro da união europeia e evitar custos maiores cá na legalização.

    Criei uma expectativa muito grande quanto à aquisição deste carro e agora, com as modificações das tributações, penso que ficará dispendioso de mais...

    Tenho visto observações contraditórias em termos das novas leis quanto à legalização de clássicos mas, de uma forma definitiva, alguém me pode ajudar quanto aos valores actuais envolvidos para a legalização deste veículo em questão?

    O carro é de 66, tem um V8 289 com cerca de 4700cc.
    Não tenho valores de emissões de CO2, nem conhecimento acerca da homologação no nosso país.

    Saudações a todos!
     
  2. Os custos dependem de vários factores:
    1) Se o véiculo for Belga, UE, será mais fácil e barato.
    2) Se o CPAA o declarar de "Interesse histórico" então não paga IA.
    Consulte este portal na parte "Legislação" está lá tudo o que pretende saber.
    Cumps.
     
  3. Agora já não é IA, é o ISV.E todos pagam independentemente da idade que tenham.
    Para carros de 1970 e mais novos a legalização é muito mais cara(tabela A).
    Para carros anteriores a 1970(tabela B),embora também paguem,a "conta" é um bocado mais suave.
    De qualquer modo, a importação de clássicos ficou bastante mais cara com o novo imposto.
     
  4. Pois...

    Pelas minhas contas, e adiantando um valor hipotético de emissões de CO2 (300g/km) pagaria quase 7000 euros só de impostos...

    Uma pena...
     
  5. Infelizmente vivemos todos num país bonito e cheio de emoções, mas cheio de burocracias e com enorme carga fiscal sobre os veículos automóveis, era óptima que o estado fosse multado pela UE devido á aplicação do IVA sobre o novo ISV, mas respondendo em concreto ao tópico, tenho muita pena amiga èlio que não consigas comprar o carro devido mesmo a enorme carga fiscal, pois se caso não fosse isso, teríamos em Portugal na minha opinião um dos carros clássicos mais fabulosos do mundo.

    Cumprimentos
     
  6. O que vai acontecer é que talvez o vá comprar na mesma fora, pois os vendedores de cá pedem o couro e o cabelo por carros que nem extras têm e necessitam de muita reparação.

    Para terem um exemplo, um Mustang de 66 com interiores novos, sistema de escape completo novo, motor e caixa revistos e com dress ups e afins, AC, direcção assistida (apenas talvez necessite de um ligeiro fumito na tinta) fica mais barato depois destes impostos do que um todo parido comprado cá que esteja na mão de um comerciante...

    Ou seja, os preços que praticam noutros países da união europeia são na ordem da metade dos praticados aqui, já antes desta nova situação dos impostos (estou apenas a falar deste carro em questão).

    Portanto, prefiro comprar fora e gastar depois uns "troquitos" a arranjar pormenores do que comprar cá pelo mesmo preço e depois gastar outro tanto para ficar com o carro em condições...
     
  7. Encontrei um sítio muito interessante sobre o assunto:

    http://impostosobreveiculos.info/

    Duas notas de rodapé:
    • É uma pena a carga fiscal que temos sobre a importação de clássicos ou antigos. Se não fossem os abusos cometidos num passado recente talvez as coisas não tivessem chegado a este ponto.Mesmo assim prefiro ver aumentar os imposto sobre artigos de luxo do que sobre combustíveis e auto-estradas.
    • Adquirir e manter veículos automóveis, sejam clássicos ou não, obriga cada vez mais a um enorme esforço financeiro suplementar para os nossos orçamentos familiares.
     
  8. Amigo António,
    Parece-me que não é bem assim, depende da origem do véiculo veja o seguinte (site da DGAIIEC):

    Os veículos usados beneficiam de alguma redução do imposto?


    Os veículos usados, provenientes de terceiros países não gozam de qualquer redução do imposto, com excepção dos veículos fabricados antes de 1970 em que lhe é aplicável a tabela de redução abaixo mencionada.

    No que concerne aos veículos portadores de matrículas definitivas comunitárias atribuídas por outros Estados-membros da União Europeia, beneficiam de uma redução do imposto, a qual reflecte a desvalorização comercial média dos veículos no mercado nacional, ponderados factores como a respectiva marca, modelo, modo de propulsão, quilometragem, estado mecânico e de conservação, atentos os valores médios que resultam das publicações de referência no sector, e reduzindo-se o imposto de acordo com a tabela seguinte:



    TABELA D
    Veículos Automóveis


    Percentagem de
    Redução

    De seis meses a um ano 10

    Mais de um a dois anos 20

    Mais de dois a três anos 28

    Mais de três a quatro anos 35

    Mais de quatro a cinco anos 43

    Mais de cinco a seis anos 52

    Mais de seis a sete anos 60

    Mais de sete a oito anos 65

    Mais de oito a nove anos 70

    Mais de nove a dez anos 75

    Mais de 10 anos 80




    NOTA: Entende-se por “tempo de uso”, o período que decorre desde a atribuição da primeira matrícula e respectivos documentos pela entidade competente até ao termo do prazo para apresentação da Declaração Aduaneira de Veículo.


    Sempre que o proprietário do veículo entenda que o imposto resultante da aplicação da tabela supra referida excede o imposto residual incorporado em veículo idêntico ou similar, introduzido no consumo no ano da primeira matricula do veículo em apreço, pode requerer a sua avaliação ao director da alfândega até ao termo do prazo de pagamento a que se refere o n.º 1 do art.º 27º do CISV, tendo em vista a liquidação definitiva do imposto de acordo com a fórmula prevista no art.º 11º, n.º 3 do CISV, referente ao método de avaliação de veículos.
     

  9. se fosse so esse preço até eu mandava vir um , o IA é muito mais que isso acredite =)
     
  10. Reparei agora que estava a utilizar um simulador baseado na tabela A...

    Vamos lá então a contas novas:

    Retirado do site da DGAIEC
    a) (4700cc * 9,06€) - 9010,66 = 33571,34 (pela tabela B)

    b) (300g/km * 60€) - 9786,00 = 8214,00 (pela tabela incidente nas emissões de CO2)

    (a + b) - 80% = 8357,068 € (redução para veículos com mais de 10 anos)

    Isenção de IVA porque o veículo terá matrícula da CE.


    Valor total de impostos = €8360 +- (para um valor de 300g/km de emissões de CO2, será mais do que isto?)

    Estão bem estas contas?
     
  11. Em termos de homologação do Mustang é muito fácil. Basta ir ao CPAA que lá existem fichas de homologação para este modelo. Posso afirmar isto porque o processo de legalização do nosso Mustang passou pelo CPAA.

    Importa reter que actualmente já não é possível pedir matrículas da época e dentro em breve as regalias para legalizar os clássicos vão desaparecer, passando as legalizações serem alvo da legislação geral.
     
  12. boas:
    aproveitando o tópico deste carro americano e para não estar a abrir mais um tópico,aproveito este e coloco esta questão.
    Sei onde está abandonada uma Ford F-150 5000cc V8 a gasolina
    A carrinha é de 1984/85 e está assim assim.
    Deixou-me muito impressionado pelas dimensões generosas e pelo grande motor.
    Tem matricula Venezuelana e eu até sei de quem ela é...

    A minha pergunta é a seguinte:

    Se eu hipotéticamente adquirisse a carrinha quanto ela valeria?
    Quanto pagaria em impostos?
    Não seria complicada a homologação visto este modelo Ford não se ter vendido cá?
    Acho que já vi uma igual legalizada..
    Ela parece precisar de reparação. As peças vindas da América são caras? Na europa não há pois não?
    Há muito pouca gente em Portugal a saber mexer nestes carros, tirando o peps gang quem saberá mais?
    Será que me iria meter em alguma camisa de 11 varas?
     

    Ficheiros Anexados:

  13. boa tarde, acabei de ver este topico, li com atençao, e estando a tratar da legalizaçao do meu Mustang, deixo aqui algums pormenores que tem muito interesse.
    emissoes do meu V8 5000cc 820grs
    ja tem um valor para fazer uma estimativa.
    Dei entrada de toda a papelada em Abril para nao ficar sujeito a nova legislaçao.

    Quanto aos preços de Mustang no estrangeiro, siga um conselho: qualquer Mustang primeira geraçao, 1964-1/2 1970,tirando os convertibles e se nao quiser ter problemas e poder fazer de "daily driver" com ele tera de contar com um investimento de pelo menos 15 a 17000€, se for para um convertible acrescente cerca de 10000€, isto sem estar restaurado mas num estado de conservaçao impecavel.
    O ideal seria de ter a possibilidade de escolher o carro nos USA , mandar vi-lo para a Europa(Belgica)mais vantajoso, e se possivel que o carro viesse do Estado da California, digamos que seria umgarante de muita qualidade, de facto o estado da California é dos mais exigentes do mundo em relaçao as viaturas, tem restriçoes e obrigaçoes de noemas muito exigentes.

    Este conselho foi-me dado por um "connaisseur", segui a letra, demorei 3 anos desde o inicio do processo ate hoje, mas digo-lhe que o meu esta perfeito em estado de conservaçao e nao restaurado.

    Se quiser posso mostra-lo e dar-lhe mais umas dicas.
    Cuidado com o que brilha muito.
     
  14. Muito obrigado pelas dicas.
    De facto o carro em questão veio do estado da Califórnia, como todos os que o vendedor tem. E para um coupé, andam todos entre os preços que disse e até mais baratos... Cada carro é um caso.

    O que eu queria mesmo já não me interessa pois descobri que era um modelo com um 6cil em linha que tinha sido modificado com um V8...terei de ver melhor os outros.

    Ando a estudar os Mustangs ha muito tempo, como faço sempre quando compro algo desta "envergadura", pelo que já ando atento a certos pormenores ;)
    De qualquer forma, toda a ajuda é muito benvinda!

    Esses valores de emissões são brutais para o imposto... o seu motor deve ser o 302, não?
    Acho que vou esperar mais uns tempos a ver se a situação dos impostos melhora alguma coisa para os clássicos, e até encontrar "aquele" Mustang de 66 ou 68 que ando à procura... não há pressa ;)

    Mande lá umas fotos do seu "menino"!
    EDIT: estive a ver agora as fotos :)
     
  15. tendo em conta que ja viu as fotos, se quiser ve-lo de perto diga, e eu terei todo o prazer em partilhar os meus conhecimentos e duvidas consigo.
    para os valores de co2 nao ha engano, eu vi e foram os valores que ficaram no modelo 1402 para a homologaçao.
    Em relaçao a Jackye, o nome desta minha beldade,o que acha?
    E muito diferente do modelo que voce procura,foram os modelos maiores e com os maiores blocos tambem e ja com algums defeitos a menos.
     
  16. O "Jackye" está muito bem, faltam mesmo as modificações de época para ele ficar ainda mais atraente ;)

    O modelo que eu procuro é mesmo um dos classic mustangs com modificações de época apenas e sem saír da linha original.

    Tenciono modificar mais tarde, mas sem o tirar da linhagem...
    Modificações muito discretas do ponto de vista visual tipo mudar a supensão, travões e transmissão...

    Gostaria muito de ver o seu espécimen um dia destes, obrigado pelo convite!

    Certamente se divertirá com ele, como eu lhe desejo!
    Abraço!
     
  17. Olá Amigo Élio,B)

    Aqui está o Corvete...:p:p:p
     

    Ficheiros Anexados:

  18. meus caros amigos, SILENCIO!!! que se vai ouvir (o fado) barulho de motores impressionantes!!!!
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página