Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

A Verdadeira História Do Morris Marina

Tópico em 'História e Cultura' iniciado por António Barbosa, 24 Fev 2014.

Tópico em 'História e Cultura' iniciado por António Barbosa, 24 Fev 2014.

  1. Não achando o Morris Marina nada de especial, incomoda-me como por vezes é referido. Dá ideia que há um efeito 'manada' provocado por alguns episódios do 'Top Gear', que por muito que devore a maior parte desses episódios, acho que há por parte daquele trio uma vergonha escondida sobre o que realmente se passou.

    O que vou tenta contar, não será um original meu, mas um apanhado da Net, mais precisamente do site 'AROnline', daquilo que acho ser mais importante e esclarecedor acerca da história e do desenvolvimento deste modelo. Tentei traduzir tudo dentro da realidade do texto original, sem recurso a 'translitos' e afins.


    "Começou, sem nenhuma vergonha, por ser uma imagem do Ford Cortinta MkII, acabou por ser a grande arma da British Leyland contra a Ford durante mais de uma década.

    No entanto, os seus criadores afastaram-se desnecessariamente da realidade quanto à sua dimensão e à gama de motores. E acima de tudo, por causa das imensas convulsões laborais no Reino Unido dos anos 70, não houve fundos para criar um substituto e o famigerado Morris Marina permaneceu em produção durante demasiado tempo."

    Pediram-me para não colocar fotos, mas estas do modelo em desenvolvimento, achei que valia a pena.

    Na primeira foto a linha 'Coke Botlle' parece evidente
    Ver anexo 332088Ver anexo 332089


    Nesta foto a semelhança será mais com o Kaddett 'B'
    Ver anexo 332090


    Aqui uma versão proposta por Pininfarina
    Ver anexo 332091
     
  2. Grande máquina...ph34r.png
     
  3. Com protótipos tão feios como esses, até o carro final parece... menos feio (não me atrevo a chamar-lhe bonito!).

    Que o nascimento do modelo foi minado de complicações, é natural. Os anos 70 foram complicados em muitos países, mas no Reino Unido foram particularmente maus para a indústria.

    No entanto, a própria indústria automóvel estava a estagnar por se ter tornado grande demais para ser facilmente gerível. A British Leyland era um colosso ingovernável, onde várias marcas disputavam entre si os mesmos segmentos, os mesmos fundos, e o resultado eram projectos abortados, carros obsoletos sem substitutos à vista, má qualidade de construção, etc..
     
    nuno granja gostou disto.
  4. Grande máquina... Lol

    Hoje em dia é giro ter um marina!

    E sinceramente acho que há carros bem mais feios... E com muito menos piada!

    O problema é mesmo a qualidade da coisa.. :)

    Mas um coupe destes direitinho nacional (está à venda) não é nada de desprezar, penso eu!
    Ver anexo 332120

    O João Kramer que vos oiça comentar os british leyland assim...
     
  5. Alguns carros, de tão feios que são, até se vão tornando interessantes...

    Eu ainda estou na fase em que acho o Marina apenas feio(e fraco)...pode ser que daqui por algum tempo comece a achar o Marina interessante...blink.png

    Mas o Marina tem os seus segredos...perguntem aos donos de MGB's...ph34r.png
     
  6. Fica descansado que não ouve...wink.png
     
  7. Acho que é preciso contextualizar o Top Gear. Também vejo os episódios de uma ponta a outra e gosto, mas aquilo tornou-se um programa de entretenimento e não de análise objectiva das qualidades e defeitos dos carros. Acho que encontraram um patinho feio em quem bater e, como o público gostou e isso reflectiu-se em audiências, eles continuam. Aquilo é uma espécie de telenovela, está tudo ensaiado, muitas vezes nem devem dar a sua própria opinião sincera mas sim outra que torne o enredo mais atractivo.
    E quanto a mim, o Morris Marina não aquece nem arrefece. Mas acho que, como carro antigo, deve ser minimamente respeitado.
     
  8. Ó António, mas a história que tu contaste também não tem nada de especial! Aliás, é uma história triste, que de facto revela o quão mau era o projecto e o carro. Até começou por ser uma imagem do Ford Cortina (palavras tuas).

    Eu lembro-me bem do Marina, era miúdo, mas andavam muitos por aí. Aquilo até na época era gozado, era mau, também era barato.. enfim, não vejo incomodo nenhum nas brincadeiras que se fazem com o Marina.wink.png
     
    nuno granja gostou disto.
  9. Eu lembro-me dos MORRIS MARINA com motor a gasóleo, o pai de um amigo meu teve dois, um branco e um outro preto, ambos a gasóleo.
    Acho que ainda me lembro daquele "matraquear" logo pela manhã.
     
  10. A porteira do meu prédio tinha um desses. De manhã o meu pai dizia-me sempre:

    - Ó Pedro anda cá ver a dona Arminda a tentar pôr o carro a trabalhar!

    Íamos logo para a varanda gozar o prato. Zoun, zoun, zoun... nada. Zoun, zoun, zoun... nada. Zoun, zoun, zoun... nada. Zoun, zoun, zoun... VVVRRRRRRROOOOOOOOOOOUUUUUUUUUMMMMmmmmmmmuuuuuuuu. TEC TEC TEC TEC TEC TEC TEC TEC TEC!!! Eh eh eh eh!! Era uma fumarada branca que nem vos conto!!! Eh eh eh eh !! Grande Marina!

    Tenho que admitir que tenho um carinho especial por esse carro. A dona Arminda, a porteira, era do norte, uma jóia de pessoa, dizia sempre 5 palavrões numa frase de 4 palavras, mas sempre foi muito independente. Uma mulher que vivia sozinha e tinha um carro, melhor... um Marina castanho cocó! Aquilo era um must... saudades.
     
  11. Já estou a ver onde foste parar... Marinas de cor castanho cócó...porteiras do bolhão... Trec, trec e fumos brancos...Imagino o trauma!
    Depois viraste para os Alfas para ver se aquilo acendia as luzes sem a bateria... :D :D

    Mas sim ...o Marina merece um tópico mais aperfeiçoado!

    Afinal de contas fez parte de muitas famílias e conhecidos nossos... E temos muitos envergonhados que de certeza que sentaram lá o rabinho nesses marinas das Donas Armindas..(parece quase um anagrama MARINA da ARMiNDA)
    Na minha familia não! Caramba!
    Nunca andei em nenhum...JURO! :) :)

    Ms respeito cada vez mais e até acho piada ao série I... Como clássico é respeitável como outro qualquer,independentemente se serve de diversão para J.clarkson e companhia.
     
  12. Não ouve porquê? Porque saiu do Portal dos clássicos? ;)
     
  13. Porque só se pode ler...laugh.png E ele não saíu, não é é um membro ativo e se não participa é porque não quer, o perfil dele ainda está ativo, mas isso para aqui pouco importa...
     
    nuno granja e Jorge Viegas gostaram disto.
  14. Ah claro! Não pode ouvir... :)
     
  15. Existiu um Marina lá em casa... eu era muito pequeno e não me lembro.
    A minha Mãe volta e meia lembra-se do "pobre" e diz que foi o pior carro que teve... diz que desde que o compraram até que o venderam só tiveram chatisses! (mais um "a ajudar à festa"!laugh.png )
     
  16. Ah...tava a ver que ninguém confessava! :D

    Agora é moda ter um Marina!

    Se houvesse um maluco que os comprasse todos (os que restam dos detritos) podem ter certeza que seria um carro valioso!
    Todos iam querer ter um!

    E deveria haver a experiencia MARINA... Tipo MARINA TOURS... Venha e experimente o que é empurrar um carro no meio de uma ponte congestionada ! Melhor do que andar pra aí na moda do jogging! :)
     
  17. Ok, não imaginava tanto post logo no primeiro episódio. O Marina tem muito mais história para contar, e sim teve palmarés desportivo em ralis e em pista.
     
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página