Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

A Casal Da Minha Infância

Tópico em 'Motos e Motorizadas' iniciado por miguelcristovao, 13 Jun 2013.

Tópico em 'Motos e Motorizadas' iniciado por miguelcristovao, 13 Jun 2013.

  1. Olá amigos,

    Eu e motas não combinamos, mas esta é diferente.

    À uns dias atrás, sofri a perda de um grande Homem na minha vida, o meu avô Zuzarte.
    Foi com o avô Zuzarte a a avó Alice, que fui criado, enquanto os meus pais trabalhavam, durante o dia, até aos 5 anos, altura em que nasceu o meu irmão e eu fui para a escola primária.

    E durante estes primeiros anos da nossa vida, à coisas que nos marcam, memórias antigas que ficam, cheiros, etc etc.

    Uma das memórias mais antigas que tenho, que se prolongou até à poucos anos atrás, foi o trabalhar da mota do meu avô, que normalmente eu via chegar da varanda da casa dele.

    Quando ele se aproximava de casa, lembro-me de estar à varanda, e saber que era o avô, simplesmente porque distinguia o som da mota dele de todas as outras. E cresci sempre a vê-lo na mesma mota, sempre com as mesmas rotinas, desde o remendar das câmaras de ar no passadiço, até ao tirar da vela e raspá-la com o canivete, etc etc...

    Pois bem, em 2009 o avô vendeu a mota, porque passou a usar mais a bicicleta (pasteleira), a um sucateiro que lá passou na terra. Só depois soubemos disso, mas na altura nem liguei...

    Uns meses depois, um senhor comprou a mota ao sucateiro, e como não tinha documentos, veio ter com o avô para assinar a declaração de venda, e assim foi.

    Infelizmente, depois desta grande perda, passados poucos dias, pedi à minha mãe para entrar em contacto com o senhor que tinha comprado a mota, porque eu queria-a de volta.

    O senhor foi um verdadeiro espetáculo, cedeu-me a mota sem hesitar, de realçar que é um grande colecionador de motas e tem algumas bem raras, e pronto... chega de palavras.

    Terça feira, dia 11 de Junho, eis que a Confersil chega novamente a casa, depois de 4 anos fora.

    DSC00245_zpscf48c687.jpg

    DSC00247_zps95845c26.jpg

    DSC00248_zps5aa73a2c.jpg

    DSC00258_zpsd1917ceb.jpg

    DSC00259_zpsa4d5e116.jpg
     
  2. Força Pedro com esse restauro!!!wink.png

    A história que a mota tem e o valor sentimental a ela associado assim o merecem...laugh.png
     
    miguelcristovao gostou disto.
  3. Uma justa homenagem, amigo!

    Trata lá disso com calma e como ela merece!
     
    miguelcristovao gostou disto.
  4. Sim senhora isso merece mesmo um grande restauro pela história que teve vale mesmo a pena, depois mete fotos.

    Cumprimentos!
     
    miguelcristovao gostou disto.
  5. Realmente é muito gratificante a mota ter vindo parar de novo às nossas mãos...
    Depois de um sucateiro em que se avizinhava um fim triste, passando por um particular que no fundo a resgatou, e agora na família para ser devolvida à estradalaugh.png .

    Estou muito contente e cheio de vontade para lhe dar uma valente limpeza e ouvir aquele motor a trabalhar novamente...

    Grande Abraço!
     
    miguelcristovao e fallofdown gostaram disto.
  6. Muito bem Miguel.

    Força nisso.

    Abraço
     
    miguelcristovao gostou disto.
  7. Boa história, agora é deixa-la impecávelwink.png Tem motor casal de 2 mudanças na mão? Parece-me o motor exactamente igual ao da minha confersil
     
    miguelcristovao gostou disto.
  8. Mais uma dor de cabeça...
     
    miguelcristovao gostou disto.
  9. De tratamentos percebe ele... E se começar a "ficar burro" com tanto trabalho, o irmão é veterinário.laugh.pnglaugh.png

    Já vou levar nas orelhas...
     
  10. Boa historia, isso vai ser um restauro com muita emoção, forca nisso.
     
    miguelcristovao e fallofdown gostaram disto.
  11. À partida não vai ser um restauro...

    Obrigado João!wink.png

    Pela história, pelas recordações, pela sorte que foi ter conseguido encontrar a mota... mas se ficar nova, deixa de ser a "mota do avô", percebes?
     
  12. laugh.pnglaugh.pnglaugh.png

    Obrigado!wink.png

    Sim Gonçalo, tem 2 mudanças no punho.
    Pela placa de identificação no motor, tem o motor M149, é de 1976, e tem 2,5cv.
     
  13. Não amigo, dor de cabeça era não ter encontrado a mota!wink.png

    laugh.pnglaugh.png
    Não pá, não vai dar assim tanto trabalho!!laugh.png

    Sim, muita emoção.
    Toda a família se lembra de histórias com a mota, ou de momentos, do trabalho que a desgraçada fazia, das cargas que levava... é bom recordar tudo isto...
     
  14. Como já perceberam, a minha ideia não é restaurar a mota.

    Depois de falar com o meu irmão, e de ele ver estas e outras fotos do estado actual da mota, ele sugeriu e eu concordo..

    - Vamos colocar a mota a andar, com segurança e condições, reparar o que precisar;

    - Dar uma valente limpeza a fundo;

    E basicamente, manter o aspecto da mota. Cada mossa e cada risco têm uma história que eu quero manter, uma mota nova deixa de ter o significado que estes pormenores têm...
     
  15. Esse motor é igual à da minha.
     
  16. Amigos, visto que não percebo nada de motas, preciso de dicas e conselhos para a meter a trabalhar.

    Por onde começar, o que substituir, material novo a comprar (vela? qual?), etc etc... sabendo que a mota esteve parada os ultimos 4/5 anos.

    Ver se rapidamente devolvemos a mota à estrada, e a ouvimos a fazer barulho!

    Obrigado!
     
  17. Ja a tentaste meter a pegar ou assim?
     
  18. Ainda não fiz nada, nem tentei.
    Não tinha tempo quando a fui buscar, talvez no próximo fim de semana me dedique a ela, mas tenho que ver tambem com o horário do meu irmão, vai ser em conjunto...
     
  19. Faz assim ve a vela se da faísca e limpa ve também o carburador se está sujo e depois ai testas meter a pegar!

    A minha casal foi assim pegou depois de dar umas poucas de vezes ao kick! Depois diz alguma coisa!
     
    miguelcristovao gostou disto.
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página