Bem-vindo/a ao Portal Classicos

O Portal dos Clássicos é um sítio português dedicado aos veículos clássicos com interesse histórico. Temos como objectivos juntar a comunidade de entusiastas e prestar auxílio a todos os que pretendem adquirir, restaurar, conservar e manter veículos antigos. O que espera para se juntar à família?

Welcome to Portal Classicos, the biggest Portuguese community about historic vehicles! Change language here.

  1. Este site utiliza cookies. Ao continuar você estará de acordo com a nossa utilização de cookies. Saber Mais.
  2. Portalistas, o Portal dos Clássicos está no no Drivetribe, a rede social automotiva do trio May-Clarkson-Hammond! Junte-se à nossa Tribo
    Fechar Aviso

2 Baterias Na Mesma Viatura

Tópico em 'Sistemas Eléctricos' iniciado por Luis C Matos, 16 Ago 2014.

Tópico em 'Sistemas Eléctricos' iniciado por Luis C Matos, 16 Ago 2014.

  1. Boas Pessoal,

    Tenho estado a ver que alguns colegas meus colocaram nas viaturas 4X4 2 centralinas na mesma viatura.
    Mas eu ando a pensar montar 2 baterias por cada viatura (Citroen Berlingo e Citroen C15) ambas a gasóleo. Fica-me a dúvida se tal é possível e quais as modificações necessárias para proceder a tal já que isto deve implicar sobrecarga do sistema eléctrico ou demasiado esforço do motor de arranque.
    Alguém já o fez? Aqui fica uma foto que achei na internet de 2 baterias no mesmo motor. Parece-me simples de fazer mas fica a dúvida se o carro não vai começar a arder.
    Cumprimentos.
     

    Ficheiros Anexados:

  2. Se os sistemas funcionam a 12V, apenas pode colocar duas baterias em paralelo, assim obtens uma maior corrente.(caso da foto) e não tem nada a alterar porque os sistemas só consomem a corrente que precisam.

    Se funcionam a 24V, tal como as camionetas e camiões, usam 2 baterias de 12V em série.

    Para que aplicação pretende as duas baterias?
     
  3. Boas Amigo Fernando,

    Isto é somente para não ficar com baterias descarregadas quando tenho que andar em estradas de terra batida pelo meio dos montes e onde utilizo (com nevoeiro de montanha) demasiado os faróis de nevoeiro que na realidade tem-me dado boas dores de cabeça e além disso quando estaciono por 6 dias seguidos a bateria por causa do sistema de alarme descarrega. Daqui eu querer encaixar 2 a ver se não ando sempre a carregar as baterias porque ao fim de umas vezes as mesmas acabam viciadas e portanto a não carregar mais.
    Mas na realidade ainda assim não são somente as baterias que me preocupam porque tenho um projecto para alterar os depósitos de gasóleo nas Citroen e de capacidade de 60 litros para 75 a 80 litros ou mais dado que faço percursos de montanha onde as bombas mais próximas ficam sempre entre 35 a 42 km.
    Poderá parecer uma doidice, mas na minha Daewoo Nubira já tentei que me metessem depósito acima dos 60 litros (gasolina) e as oficinas disseram que não podia ser porque devido à altura da suspensão iria fazer o depósito andar de rastos e para isso teria que meter suspensão toda e mais alta até 10 a 12 cm que naturalmente rebaixaria com o peso. Vamos a ver se a Citroen dá.
    Enfim, ideias não me faltam. Agora saber se pode ser ou não isso é outra história. :wacko:
     
  4. No caso da utilização dos farois de nevoeiro e suplementares, é viável aumentar a capacidade de carga armazenada como a capacidade de produção.

    Na área do armazenamento (baterias), podes substituir a bateria existente por uma de maior capacidade, ou mesmo colocar as duas baterias em parlelo.

    Quanto à capacidade de gerar corrente para repor a bateria e alimentar os sistemas, tentava encontar um alternador que consegui-se gerar maior corrente.
     
  5. Não invalidando o acima dito, noto que nas auto-caravanas são muitas vezes montadas baterias em paralelo (com um 'supressor de carga' na ligação de ambas) para que seja possível coexistir a bateria de arranque com a bateria de alimentação de 'casa'.
    Ou seja, uma dá carga ao motor de arranque e recebe carga do alternador, que partilha com a que está ligada em paralelo; a segunda dá somente carga ao uso doméstico (que no seu caso podem ser os faróis de nevoeiro).
    O 'supressor de carga' (não sei o nome técnico) é um aparelho que desempenha várias funções; quando a bateria em paralelo está em plena carga corta a ligação com a de arranque, de forma que a em paralelo não esteja constantemente a ser (sobre)carregada; também corta a ligação da segunda à de arranque quando a segunda está em utilização (de forma a não gastar a energia da de arranque); corta igualmente a ligação quando a de arranque está a cumprir a sua função (de forma a que a em paralelo não sofra desgaste com a utilização do carro). Em suma, permite carregar as duas com o carro em andamento e faz com que cada uma descarregue exclusivamente para a sua função. É a forma que temos de não ficar apeados quando estamos vários dias parados num sítio a consumir energia...
    Não sou grande entendido na matéria, estou a reproduzir o que, por sua vez, me foi dito por terceiros; conto não estar a dizer nenhuma barbaridade...
     
    Renato Silva gostou disto.
  6. Não conheço o sistema usado nas caravanas, mas quando temos 2 baterias em paralelo elas formam uma "Super bateria".
    Se tivermos 2 baterias de 74A e 12V, ficamos na soma com uma bateria de 148A e 12V.

    Ha sempre a possibilidade depois de quando tiver o carro parado desligar a bateria auxiliar, usando um relé ou mesmo um corta corrente.

    Tal como se faz no carros "xuning" com toneladas de
    dB.

    No caso das caravanas funcionam a 12V ou a 24V como as camionetas?

    Esse dispositivo que o Hugo chama de supressor de carga deve funcionar de maneira a evitar picos de corrente e desgaste prematuro das baterias.

    Vou estudar melhor o caso.

    Abraços
     
  7. A 242 funciona com uma bateria de 12V; aliás tudo nela funciona a 12V, a bomba de água, a iluminação, a ventoinha da clarabóia, a máquina do café (deslavado), o secador de cabelo, o aparelho para ferver água, o carregador do computador, etc (só não encontrei um forno portátil a 12V :p; aquecimento é que tem de ser a gás, por sistema truma ou por botija com parabólica acopolada, que é o meu caso)
     
    Renato Silva gostou disto.
  8. Luís C Matos, conheces as baterias de gel? Basicamente são mais densas, pesam mais do que as baterias convencionais para o espaço que ocupam, mas têm mais ampéres que é o que um sistema de duas baterias convencionais em paralelo te dão. São mais caras, mas duram uns 10 anos.
     
    Hugo_Fiat 242 gostou disto.
Código de Verificação:
Rascunho Salvo Rascunho removido

Partilhar Página